Banner
Banner

Banner
Banner
Banner
Banner

Banner
Banner
Página Principal

SEMA

Durante fiscalização no Parque Estadual Serra de Santa Bárbara, Sema aplica R$ 300 mil em multas

Publicado em: Seg, 29 de Outubro de 2018 10:10

Juliana Carvalho

Operacao_Parque_Estadual_Serra_de_Santa_Barbara

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) lavrou oito autos de infração e aplicou multa de R$ 300 mil durante operação de fiscalização no Parque Estadual Serra de Santa Bárbara, no oeste do estado.

A ação na Unidade de Conservação começou na segunda-feira (22.10) e foi um trabalho conjunto da Sema com Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros (BEA), Polícia Ambiental e Grupamento Especial de Fronteira (Gefron).

A equipe, que também fez o monitoramento dos focos de queimadas, constatou irregularidades no interior do parque que são enquadradas como crimes ambientais. Foram apreendidos instrumentos utilizados para desmate, como motosserras e correntes, além de marcas de tratores do tipo esteira utilizados para facilitar a derrubada de árvores.

Durante a operação algumas pessoas flagradas cometendo crime ambiental fugiram. Laerte Marques, gerente do Parque Estadual Serra de Ricardo Franco, que deu apoio na operação,  assegurou que a equipe vai buscar encontrar os indivíduos que abandonaram o local para a devida autuação, pois sendo uma unidade de conservação, as atividades constatadas são irregulares e devem ser combatidas.

"Um parque não pode ter o que foi encontrado no Santa Bárbara, é uma unidade de conservação. Quem tem a gerência das unidades de conservação em Mato Grosso é a Sema. Agora as pessoas que praticam o crime irão saber que a secretaria está presente na unidade, não está esquecido", reforça Laerte.

UNIDADE DE CONSERVAÇÃO

O Parque Estadual Serra de Santa Bárbara é uma unidade de conservação (UC) localizada entre os municípios de Pontes e Lacerda e Porto Espiridião, criado pelo Decreto 1.797 de 1999. Sua área é de 120 mil hectares e sua extensão compreende o bioma amazônico.

Esta UC é de proteção integral, ou seja, sua área é reservada para preservação. O uso dos recursos naturais deve ser de modo indireto, como a recreação, turismo ecológico, pesquisa científica, educação ambiental, dentre outros. A extração, coleta, consumo ou danos dos recursos naturais são proibidos.

O estado de Mato Grosso abriga 46 unidades de conservação estaduais, totalizando uma área em torno de 2,8 milhões de hectares. A Secretaria de Estado de Meio Ambiente cuida das UCs por meio da Coordenadoria de Unidades de Conservação (Cuco), que faz parte da Superintendência de Mudanças Climáticas e Biodiversidade, (Subio).

Dentre as unidades de conservação mais conhecidas, estão o Parque Estadual Serra de Ricardo Franco, em Vila Bela da Santíssima Trindade, o Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul, em Nobres, e o Parque Estadual Mãe Bonifácia, que é um parque urbano, localizado dentro da capital mato-grossense.

Voltar  |  Principal
Disque Denúncia
SEMA-MT

Telefone: (65) 3613-7200

Palácio Paiaguás, Rua C, CEP: 78.049-913 - Cuiabá - Mato Grosso

CNPJ: 03.507.415/0023-50