Banner
Banner

Banner
Banner
Banner
Banner

Banner
Banner
Página Principal

QUEIMADAS

Regionais de Rondonópolis e Tangará começam a emitir licenças ambientais

Publicado em: Qua, 17 de Outubro de 2018 16:03

Juliana Menezes de Carvalho

DUD_ROO

As Diretorias de Unidades Desconcentradas de Rondonópolis e de Tangará da Serra já estão emitindo licenças ambientais. A regional de Rondonópolis é responsável por atender 18 municípios da região Sul do estado, entre eles Primavera do Leste, Campo Verde e Jaciara. Já a DUD de Tangará inclui 16 municípios como Campo Novo do Parecis e Sapezal.

O horário de atendimento aos empreendedores que querem entrar com o processo para emissão das licenças ambientais em alguma das duas unidades é das 14 às 18 horas.

Até o momento, apenas a unidade desconcentrada de Sinop emitia licenças ambientais, além de Cuiabá. A previsão é que até o mês de novembro outras regionais como Cáceres, Barra do Garças e Alta Floresta, que já realizam trabalhos de fiscalização, vistoria e inspeção, também passem a emitir as licenças.

"A importância da desconcentração da gestão ambiental é fazer com o que o serviço chegue na ponta, aproximar a gestão dos municípios e cumprir a Lei Complementar 140. É uma missão muito árdua, precisaremos ainda aprimorar o monitoramento ao mesmo tempo que avançamos com nosso trabalho. Isso fortalece as nossas regionais, estamos estruturando as nossas diretorias desconcentradas e esse é um passo fundamental para a gestão ambiental do estado de Mato Grosso e para que o serviço chegue ao usuário", destacou o secretário de Estado de Meio Ambiente, André Baby.

As regionais estão passando por um treinamento de capacitação com os seus servidores para a emissão de licença. Todas as Diretorias de Unidades Desconcentradas do estado receberam veículos e equipamentos para melhorias da gestão ambiental, recursos do programa Mato Grosso Sustentável financiando pelo Fundo Amazônia/ BNDES.

Para o diretor da Unidade Desconcentrada de Tangará da Serra, Jeferson Zucchi, a emissão das licenças ambientais demonstra a valorização do trabalho prestado na unidade. "Temos uma equipe reduzida, mas com uma competência técnica muito grande. É um ganho para a unidade e para a sociedade em geral. Os empreendedores terão maior agilidade na análise de processo tendo em vista que atendemos uma região muito demandante na questão de licenciamento ambiental. Agora poderemos dar um tempo de resposta mais curto na relação início e fim do processo".

O diretor da Unidade Desconcentrada de Rondonópolis, Vinicius Degaspery Firmino, também comemorou a conquista.  "Vai facilitar muito para os empreendedores da região Sul de Mato Grosso que antes tinham que ir à Cuiabá realizar a emissão destas licenças. E isto é muito importante para regional, que terá mais credibilidade com estes empreendedores já que além da fiscalização também estamos avançando com a emissão das licenças".

O empresário Jorge Antônio da Costa Batista foi um dos primeiros empreendendores a entrar com o pedido de licença em Rondonópolis e lembrou que o compromisso com o respeito ao meio ambiente é  cada vez mais aplicado em todos os ramos empresarias. "Nossa empresa necessita periodicamente de licença  ambiental e apesar de estarmos sediados em Rondonópolis há mais de 10 anos sempre precisávamos ir a capital para realizar essas emissões  e renovações de licenças, o que levou a alguns atrasos de cronogramas. Com a emissão de licenças  ambientais pela regional de Rondonópolis, a cidade ganha na eficiência e no tempo do serviço", ressaltou.

 

 

 

Voltar  |  Principal
Disque Denúncia
SEMA-MT

Telefone: (65) 3613-7200

Palácio Paiaguás, Rua C, CEP: 78.049-913 - Cuiabá - Mato Grosso

CNPJ: 03.507.415/0023-50